30 Abril 2014

A PRÓXIMA COZINHA PODE SER A SUA

A nossa rúbrica A Cozinha de Blogues (vejam as que já passaram pelo Blog aqui) é um motivo de felicidade. Fez-nos conhecer e privar, a nosso convite, com blogues que seguimos e admiramos.

Decidimos variar na nossa próxima rúbrica e dar oportunidade a um novo blogue/uma nova cozinha.

Daí que, se tem um blogue e uma bonita cozinha (detalhes) enviem as vossas fotografias (3 no máximo) e o link do blogue para o nosso endereço de email: oessencial.info@gmail.com.

A próxima Cozinha de Blogues pode ser a Sua e nós, com todo o gosto do mundo!

A Cozinha de Blogues (resumo, aqui).


05 Abril 2014

OBRIGADA


O Blog hoje está de Parabéns. Faz 2 anos. Na verdade quem está de Parabéns são vocês que estão aí desse lado. 

E quem está aí desse lado, salvo raras excepções, não são os nossos amigos de toda a vida (incrível, nunca pensei que os nossos amigos de sempre não estariam aqui a apoiar um projecto tão importante para nós que começou do zero) mas sim, pessoas 'desconhecidas' que se tornaram tão conhecidas nossas e tão queridas. E isso é crescer. É partilhar sem medos (ainda que com alguma dificuldade minha em partilhar momentos mais pessoais mas, vocês compreendem).

São 2 anos de momentos felizes ('só') que me ajudaram muito (e nem sabem o quanto) em momentos infelizes. 2 anos que me possibilitaram conhecer pessoas fantásticas, ter experiências fantásticas e abrir as portas a um mundo totalmente novo. 

Não me vou cansar de estar GRATA por isto.

(Tenho andando mais ausente mas é por uma boa causa.)

18 Março 2014

A BLOG'S KITCHEN | A REFINARIA

(photo credits |A Refinaria)

Quando vamos ao blogue d'A Refinaria ficamos inspirados.
Não poderia ser mais sucinta em traduzir o seu blogue - pois, é nessa forma despojada de informação que conseguimos absorver o essencial de cada imagem que coloca.
Adorámos as fotos que nos enviou. As pegas têm um valor simbólico (feitas pela Avó do dono da casa). Aqui conseguimos ver a facilidade de como se pode ter uma "ilha" na cozinha: ideia super. Esta última tal como é a vida: um arruma e um desarruma. E verdade seja dita, uma cozinha desarrumada é uma cozinha com alma.
No mundo da cozinha, confessa: 

Quando perguntamos se Gosta de Cozinhar: 

'Gosto de cozinhar mas não acho grande graça aos preparativos de escolher a receita, ir às compras, etc. Mas acima de tudo gosto de experimentar receitas novas de doces. Se me dizem que é difícil então eu vou tentar - Macarrons, chous à la creme, caramelos, etc. '

Quando perguntamos qual o seu prato favorito:

'A verdade é que eu não vibro muito com comida. Gosto de cozinhar pelo desafio, e logicamente que como com gosto, mas não faço quilometros para comer um prato específico ou para ir ao um restaurante especial.  Tenho vontade de te responder bife com batatas fritas e ovo a cavalo. Não consigo esconder a minha falta de sofisticação... :)' 


Quando perguntamos qual o seu restaurante favorito:

'Restaurante favorito... Não consigo escolher um, vou dar-te uma lista de sítios (provavelmente uma data de "lugares comuns") onde me podem apanhar a qualquer altura - O Casanova (a.k.a. as pizzas do lux) vou quando  quiserem, 3 vezes por semana se for preciso. O Ultimo Porto para peixe grelhado e serviço à antiga, o Deli Delux continua a ser o melhor sítio para um bom brunch. O Prego da Peixaria para um almoço mais leve. o Kaffeehaus para lanchar, e o Honorato a qualquer hora. '


Obrigada Refinaria e até já!

SEGUNDO EPISÓDIO - MASTER'PRESSÃO

Pressão-pressão-pressão. As provas do MasterChef são sem dúvida uma prova de pressão imposta pelas circunstâncias e quem assistiu ao segundo episódio sabe do que estou a a falar. 

Tal como o chefe Miguel Rocha Vieira afirmou- a competição pode ser um pesadelo.

Os aspirantes a MasterChef começaram por vestir o avental e são presenteados pela caixa mistério cujo seu interior tinha diferentes ingredientes para confeccionarem e um kit de temperos. Foi um desafio, para mim, doce e salgado e é sempre difícil combinar estes dois paladares. 
Quem ganhou a prova teve vantagem no desafio do exterior, sendo nomeado capitão/líder de uma equipa. A prova exterior foi no Alfeite da Marinha Portuguesa. A prova, como legado ao mar era servir 120 marinheiros numa fragata: um prato de sopa, peixe e sobremesa.
Primordial para as equipas entretanto seleccionadas era distribuir tarefas e ter um líder que delegasse o importante.

Os chefes Rui Paula e Miguel Rocha Vieira quando abordaram as equipas, a azul liderada pelo Rosa e a vermelha pelo Lobão, constataram que estava tudo demasiado calmo e resolverem eles também colocar a mão-na-massa. Cada um deles foi para uma equipa e aí é que se viveram momentos stressantes.

O Chefe Rui Paula na equipa vermelha colocou os aspirantes a MasterChef em alvoroço- muitos gritos saíram dali.
Comecei logo a pensar no que seria difícil para mim fazer: a sopa! E de facto as sopas no decorrer da apreciação foram as mais faladas.

Na verdade a equipa azul, tendo mais um, estava bem mais adiantada. E enquanto os tripulantes degustavam a sua refeição, os jurados iam ouvido as apreciações.

A equipa vencedora foi a que serviu primeiro a guarnição (visto que os pratos empataram) e ganhou a equipa da Rosa. 
Os vencidos tiveram que limpar as cozinhas (uff) e foram ainda submetidos a uma prova de eliminação mas, já na cozinha do Masterchef. 
A prova, tendo como base a criação de Carlos Brás Lopes -"O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo" (um bolo de chocolate sem farinha e merengado) era criar um bolo de chocolate. É sempre uma pena ver alguém sair mas o bolo vencido teria mesmo que ser cortado à fatia para se chamar bolo o que acabou por não acontecer.
É bom não esquecer que sair não será propriamente o fim de algo. Poderá ser encarado como o principio de uma nova fase.

12 Março 2014

UMA BASE DE BERINGELA


(photo credits | O essencial é invisível aos olhos)

Preparámos uma receita com umas beringelas pequenas.Uma espécie de pizza- uma espécie de tapa.

muito fácil|10m|2pax
1 beringela pequena
2 tomates de rama maduros
1 cebola picada pequena
oregãos
azeite
sal
mozarela fresca fatiada


Cortamos e pelamos os tomates em pequenos pedaços e levamos a refogar com o azeite e cebola. Assim que o tomate amolecer e se desfaça retiramos do lume e colocamos oregãos. Cortamos a beringela longitudinalmente em 4 pedaços. Levamos a um grelhador com sal e grelhamos de um lado e do outro (1 minuto cada lado).
Estendemos as fatias num tabuleiro de ir ao forno e colocamos por cima o molho de tomate e as fatias de mozarela. Levamos ao forno até a mozarela tostar.

Agora, O essencial é invisível aos olhos. Bom-Apetite!



06 Março 2014

LISTA DE COMPRAS #11

Entrámos no mês das flores. Queremos um espírito alegre, fresco e em countdown para aqueles dias bonitos de sol. Reservamos uma lista de compras para esta época.

1. Vestido baby doll' | Acho que me encantei mais pela cor porque o acho curto de mais. Zara. 



2. Milk Magazine| Já vos tinha mostrado o meu fascínio por esta revista e é uma  que quero mesmo seguir (tal a como a trimestral Decoration que saí este mês de Março).



3. Capa de telefone especial Dia do Pai | Da Catita Illustrations que já nos habituou às coisas lindas que faz. Podem encomendar até dia 10, aqui.


4. The Paper Bag| Pois, este The Paper Bag diz-me muito. Pode servir para arrumar os brinquedos da criançada. Está a venda na nova loja Online mais querida: A Violeta Cor de Rosa. Sigam e vão vendo as novidades que vão chegando a pensar nos mais novos, aqui.

5. Deer Head | Queremos uma para a nossa sala, e no meio de muitas pesquisas encontrámos algumas, inclusivamente tutoriais de como as fazer: acho que vamos arriscar e fazer um diy.



6. Caril | Desde que tirámos o aparelho cerâmico que o caril nos persegue (durante 2 anos estivemos proibidos de comer este pó dourado). A querida Maria João do Clavel´s Cook tem uma receita maravilhosa que queremos experimentar, aqui.

20 Fevereiro 2014

MACROBIÓTICA | BRÓCULOS ESCALDADOS COM VINAGRETA

(photo credits | O essencial é invisível aos olhos)

As receitas macrobióticas têm estado tão presentes no nosso dia-a-dia. Hoje mostro-vos mais uma muito fácil de confeccionar: uns brócolos que ficam divinais. Fiz uma refeição e acompanhei com uns noodles.

muito fácil|10m|2pax
brócolos
sal
azeite
molho de soja
vinagre de arroz

Colocamos uma caçarola com agua a ferver e uma pitada de sal. Lavamos e cortamos os brócolos. Qunado a agua estiver a ferver adicionamos os brócolos e deixamos cozinhar durante 5 minutos e escorremos(podem estar menos tempo, depende sempre da maneira como cortam os brócolos). Numa taça adicionamos o azeite, o molho de soja e o vinagre e mexemos bem, com um garfo, até engrossar. Servimos por cima dos bróculos. 

Agora, O essencial é invisível aos olhos. Bom-Apetite!